Toda a informação relacionada com a freguesia de Fajões; AGENDA: 29/01 - S. Roque - Fajões (15.00 horas)// TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES

segunda-feira, setembro 05, 2005

O clássico de Fajões - 2

Durante a semana que passou, foram distribuídos pelas caixas de correio de algumas casas da freguesia panfletos dos dois partidos candidatos à presidência na nossa freguesia.

O primeiro, lançado pela lista independente, diz respeito ás grandes obras realizadas pela junta.

Aqui ficam o conteúdo do panfleto:

"As grandes obras desta junta já realizadas

- Arranjo e ampliação do arraial do S. Marcos (colaboração da comissão de S. Marcos e do benemérito Sr. Artur Pinho e D.ª Isaura Oliveira) - Obra no valor de 30 000 euros (seis mil contos)

- Caminho agrícola Torre/Senhora da Ribeira - obra no valor de 85 000 euros (dezassete mil contos)

- Arranjo do Jardim Público do cruzeiro - Obra no valor de 25 000 euros (cinco mil contos)

- Ampliação do edifício da junta de freguesia (Correios/espaço Internet) - Obras no valor de 35 000 euros (sete mil contos)

- Arranjo dos parques e jardins junto à sede da junta - obra no valor de 30 000 euros (seis mil contos)

- Auditório e zona envolvente - obra no valor de 80 000 euros (dezasseis mil contos)

- Sanitários públicos - Obra no valor de 17 000 euros (três mil e quatrocentos contos)

- Melhoramentos junto à Igreja Matriz e ao coreto - obras no valor de 10 000 euros (dois mil contos)

Total destas obras: 327 000 euros (sessenta e cinco mil e quatrocentos contos)"

O papel vem assinado por:

- Luís Filipe Oliveira
- Artur Pinho
- Arménio Amorim

Agora, aqui fica a resposta por um membro da lista do PSD:

"Esclarecimento sobre as obras da junta

1º - As obras do S.Marcos foram feitas por um grande grupo de gente e não se gastou esse dinheiro da junta, e o que diz desse senhor Artur, que para dar meia dúzia de metros, foi preciso andar praticamente de noite eu e o tesoureiro. Não tem palavra pois disse que se o senhor Pereira, trocasse o mato daria a parte dele, para a freguesia. Nunca o fez! Não se fala do senhor Manuel da Paiva que vendeu por 700 contos a parcela dele mas ainda não se pagou 200 contos porque não se cumpriu a promessa de libertar o terreno para a construção nas Moutas.

2º - Caminho da Torre à senhora da Ribeira; Recebeu-se 60 000 euros (12 mil contos), mas não se fala que se deve ainda cerca de 5 000 contos e ainda por cima tirou-se aos lavradores cerca de 400 contos para os tubos e nem todos pagaram.

3º - Arranjo do jardim público; Não separe as parcelas que é dinheiro a mais, diga assim ao povo. Por vaidade de mostrar obra só no cruzeiro, porque não conhece o resto da freguesia. Só vaidade, mas olhe que se tivesse diálogo com a Câmara os projectos não custavam nada à freguesia, assim custaram milhares de contos para os amigos de Guimarães, com tantos técnicos cá pelas nossas bandas, a questão é que há dinheiro a mais. Para fazer um jardim e um palco 27 000 contos é dinheiro a mais, quando dizia que a firma do cunhado fazia a relva de graça e agora tanto dinheiro. Pensem povo de Fajões 27 000 contos!!!

4º - Casas de banho, por 2000 faz-se a obra, agora 3000 é dinheiro a mais.

5º - Ampliação da Sede da Junta, está bem mas tem dinheiro a mais. Gostava que junto a esse papel que entregaram que entregassem as cópias das facturas e logo se via a verdade, ainda por cima terminaram as obras todas em zeros, será que não há cêntimos.

6º - As obras do adro estão baratas, será que houve algum engano. A câmara colaborou, ou foi tudo da junta diga lá a verdade ao povo.

Não estrague mais dinheiro e depois peça ao povo para limpar valeta

Fajões 30 de Agosto de 2005"

O documento vem assinado por:

Avelino da Silva

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home