Toda a informação relacionada com a freguesia de Fajões; AGENDA: 29/01 - S. Roque - Fajões (15.00 horas)// TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES

terça-feira, janeiro 31, 2006

Frio?... Qual frio!


Ao que parece o vinho de Bucelas está aprovado, o grande Lu (um conhecido adepto do Belenenses para quem anda pelas curvas portuguesas) com temperaturas a rondar os 0 graus fez provar por A mais B que afinal o frio é apenas psicológico. O abanar da sua mítica bandeira durante os 90minutos foi perfeitamente suficiente para se aquecer daquele tempo agreste.

segunda-feira, janeiro 30, 2006

Obrigado a todos...

É por estas e por outras que cada vez tenho mais força em continuar com este projecto. Um dos aspectos é o número de visitas que vou tendo. Em um ano e quatro meses de existência, já recebi 17360 visitas, o que para um blog deste género penso que sejam muitas. Mas o facto que me leva a escrever este artigo é outro. Sei que várias pessoas das freguesias vizinhas nos visitam diariamente, à semelhança do que acontece com algumas pessoas a residir no estrangeiro. Mas, recentemente tive conhecimento que este espaço é visitado por um fajoense a residir na Índia (sim... leram bem). Não imaginam o quanto fico feliz por saber que este trabalho não é em vão.
Por tudo isto... parabéns a nós!

A minha primeira aventura por terras helvéticas - Autor: Albino Pinho

A partir de hoje, e nas próximas segundas-feiras, será publicado um capítulo da "história" de um emigrante "nosso" conhecido. Como Fajões é uma terra de bastantes emigrantes, penso que esta secção será muito bem recebida por aqueles que nos visitam. De minha parte, resta-me agradecer ao Sr. Albino pelo contributo.


Ser emigrante

Capitulo I

Chamo-me Albino de Oliveira Pinho, nasci no ano de 1954, na vila de Fajões - Oliveira de Azeméis. Quis o destino que, como a maioria, tivesse nascido em berço pobre, pois sou o 5° de 12 irmãos vivos. Meu pai sapateiro de profissão cedo ficou inválido, devido ás más condições de vida, e de trabalho, fazendo com que as carências em nossa casa se tornassem ainda maiores. Oriundo de uma família de emigrantes, principalmente para o Brasil, pois pelo menos já o meu visavô paterno no séc. 19 tinha ganho lá a sua vida, o que ao jeito da época, lhe permitiu comprar alguns campos, lameiros e matos, e ficar com um estatuto elevado na terra. Seguiram-se outros da minha família, avôs maternos e paternos, tios e tias, alguns houve que até se perderam por lá sem nunca se saber ao certo o seu paradeiro. Seguramente que a sorte não lhe sorriu, e o orgulho impediu-os de regressar.

Mesmo situando-se numa região com uma implantação industrial considerável, Fajões e arredores foi, e infelizmente ainda é, uma terra de muitos emigrantes. Era eu ainda criança e já ouvia histórias de pasmar na taberna da aldeia onde me tardava a ouvir os nossos emigrantes Brasileiros, queimados pelo sol dos trópicos, de fato de brim, chapéu de palha, camisa de cambraia, anel de ouro nos dedos, e charuto de Havana na boca, pagavam umas iscas, uns copos misturados com histórias fascinantes das terras de Vera Cruz. Ficavam os meses de verão, só regressando no vapôr no fim do verão como aves migratórias. Nessa altura já eu começava também a sonhar um dia emigrar, para melhorar a minha vida, e também contar as minhas histórias.

Os anos passaram, e logo que fiz o exame da 4° classe numa sexta-feira de julho 1965, apenas com 11 anos meu pai, já me tinha arranjado um trabalho numa serração da zona para a segunda-feira seguinte.Como era trabalho muito duro para uma criança , pois andava quase sempre a transportar as tábuas da grande serra para o exrerior, e que deviam ser postas em castelo para irem secando, com um dos patrões sempre a pressionar e insultar para trabalharmos mais depressa, pois eramos vários mais ou menos da mesma idade, achei que ali não havia grande futuro para os meus projectos e sonhos.

Alguns meses depois, sem o meu pai saber, e com a cumplicidade de um primo fui trabalhar com ele para uma fábrica de louças metálicas em Cesar, onde entrei como aprendiz. Passados dois anos mudei para outra maior, na mesma terra e que oferecia melhores condições. Aí passo da fase de aprendizagem, á de praticante, algum tempo depois a profissional de 3°, de 2° e finalmente de 1° com a categoria de Funileiro-Latoeiro, e posteriormente de serralheiro civil de manutenção.

(Continua...)

domingo, janeiro 29, 2006

21ª jornada - S. Roque 2 - 1 G.D.Fajões

O grupo desportivo de Fajões, deslocou-se ao terreno do S. Roque e não foi além de uma derrota por duas bolas a uma. Numa tarde de muito frio, (imagine-se que até nevou em Lisboa) o G.D.F. tudo fez para trazer pelo menos um ponto do complexo desportivo do Calvário, o que na opinião de alguns, seria inteiramente justo. A equipa de Fajões vê assim terminar a sequência de dois jogos consecutivos a vencer. Mas, os rapazes não desistem e querem já no próximo domingo frente ao Sanguedo, último classificado, voltar às vitórias.

Em breve os resultados do Golo do Fajões.

NOTÍCIAS CURTAS... do país - Autor: Manuel Rui Pinho

1 - ÁGUA: poupar é um verbo com futuro

Através de um estudo efectuado à escala nacional, verificou-se que o valor da água mal gasta, ou seja desperdiçada, vale a preços actuais, 730 milhões de Euros por ano. Será de notar que para além deste custo financeiro, existe um custo social, dado tratar-se de um recurso cada vez mais raro. Os desperdícios mais relevantes são os urbanos e os industriais.

2 - Receitas da Segurança Social aumentaram 5,1%

Mais importante do que a notícia em si, é o que ela representa. Vejamos; o aumento de receitas para a SS é o resultado de dois factores, ou aumento do nº de pessoas empregadas e/ou do aumento dos salários pagos. Infelizmente sabemos que o nº de empregados não aumentou, antes pelo contrário. Quanto ao nível de salários, também temos a certeza que não. Então donde vieram estes aumentos das receitas? Claro, daqueles que não pagavam. Mais um sinal de que a máquina fiscalizadora está a dar resultados, mais 528 milhões de Euros.

3 - Painéis Solares: passam a ser obrigatórios

A instalação de painéis solares térmicos, destinados ao aquecimento de águas para consumo doméstico, vai passar a ser obrigatório em todas as novas construções, segundo uma lei recentemente aprovada em Conselho de Ministros. Contra o que já foi hábito, desta vez (pelo menos para já) não estão previstos quaisquer tipos de incentivos.

4 - Implantação do Processo de Bolonha

O processo de Bolonha é um acordo em que se procura uniformizar os níveis de ensino nos diferentes países da CEE. Vão existir alterações muito significativas ao nível do Ensino Superior, que poderemos tratar noutro local.

Os estabelecimentos de Ensino Politécnico, na sua maioria privados, estão contra a aplicação do Processo de Bolonha, dado que isso vai exigir uma reformulação no recrutamento de professores. À maioria dos docentes será exigido o doutoramento, o que acarretará maiores custos, mas... melhor ensino.

5 - Exames do 9º ano

Segundo o relatório do Júri Nacional de Exames, ficamos a saber que, a nível nacional, a média mais alta dos exames do 9º ano foi de 2,66, na escala de 0 a 5. Do total dos exames nacionais, 71% tiveram nota negativa, sendo a média geral, também ela negativa (2,2).

6 - SEGURANÇA: patrulhas da GNR

As patrulhas da Brigada de Trânsito da GNR vão passar a estar equipadas com metralhadoras. Também os restantes militares dessa força, vão ser reforçados com novo armamento e meios de defesa.

7 - Restaurantes: factura obrigatória

O Ministério das Finanças fez com que a factura nos restaurantes passasse a ser obrigatória desde que a despesa ultrapasse os 9,98 furos. Agora, depois do café e da conta, venha a factura... sem necessidade do cliente a pedir.

8 - Comboio & Música

Ao comemorar 150 anos de vida a CP quis dar uma imagem de juventude. Assim vai colocar à venda 3.000 cartões RockCard, pelo preço de 66 Euros, que darão direito a uma viagem do Porto a Lisboa, em 3 horas, e a um dia de concertos no Rock-in-Rio.

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Assembleia-Geral do Rancho Folclórico

Amanhã (28/01/06) terá lugar mais uma assembleia-geral do rancho folclórico "As Ceifeiras de Fajões". A assembleia terá lugar na sede do grupo, e terá início pelas 21 horas.
A reunião terá a seguinte ordem de trabalhos:

- Apresentação e aprovação do Relatório das Contas relativas ao ano de 2005.
- Apresentação e discussão do Plano de Actividades para o corrente ano.
- Apresentação e aprovação do novo logótipo do Rancho.

quinta-feira, janeiro 26, 2006

Golo do Fajões - Palpites para a 21ª jornada


S. Roque - G.D.Fajões

Estão abertos os palpites para a 21ª primeira jornada do "Golo do Fajões".
Depois de duas vitórias consecutivas, em casa, o Grupo desportivo de Fajões desloca-se ao terreno do S. Roque para disputar a 21ª jornada da primeira divisão de futebol do distrito de Aveiro. Não se espera um jogo fácil. Por um lado pela posição que o S. Roque ocupa na tabela classificativa, 10ª posição, mas também pelo facto do terreno de jogo do S. Roque ser relvado, factor que pode ter alguma influência no resultado.

Será que o Fajões vai manter a onde de vitórias?

Dê o seu palpite...

Tabela classificativa:

Ligações e créditos:

  • Tabela classificativa do Golo do Fajões

  • quarta-feira, janeiro 25, 2006

    Os verdadeiros não esquecem...

    Parece que foi ontem, mas já lá vão 2 anos. Naquela chuvosa noite de domingo!
    Estarás sempre connosco... serás sempre um de nós!

    Golo do Fajões - Resultados - 20ª jornada

    Aqui ficam os resultados da 20ª jornada do "Golo do Fajões".

    O Grupo Desportivo de Fajões recebeu no campo das cruzes o LUSO e conseguiu a segunda vitória em casa (segunda vitória consecutiva), por nada mais nada menos que cinco bolas a uma.
    Nesta jornada, nenhum dos participantes acertou no resultado final (natural, penso eu). No entanto alguns participante acertaram participantes apostaram na vitória, tendo arrecadado mais um ponto que os restantes. A chave da jornada foi a seguinte: (1 ponto pela participação + 1 ponto por ter acertado na vitória + 6 ponto por ter acertado no resultado final)

    Tabela classificativa:

    -
    -












    domingo, janeiro 22, 2006

    Videolog - 2 - Bombeiros Voluntários de Fajões no programa "Vida por Vida"

    Para aqueles que por algum motivo perderam a reportagem feito aos Bombeiros Voluntários de Fajões, e que passou no Sábado passado no programa "Vida por Vida" da Dois, o Diário de Fajões, disponibiliza em exclusivo o vídeo da reportagem na íntegra.
    Nota: Para visualizarem o vídeo, devem clicar onde diz play e devem esperar que o mesmo carregue, processo que pode demorar algum tempo, pois trata-se de um vídeo um pouco longo. Qualquer coisa favor de contactar.




    20ª Jornada - G.D.Fajões 5 - 1 LUSO


    O Grupo desportivo de Fajões parece ter quebrado o "maldição" que pairava no campo das Cruzes, e conseguiu a sua segunda vitória em casa consecutiva.
    No jogo antecipado da 20ª jornada, o G.D.F. recebeu o LUSO, equipa que se encontrava logo a seguir ao Fajões com 6 pontos de vantagem.
    No te toca ao jogo, propriamente dito, o Fajões "cilindrou" o LUSO, e levou-a de vencido por cinco bolas a uma. Destaque ainda para uma grande penalidade que o guardião do Fajões, Filipe, defendeu.
    O G.D.Fajões encurta assim a distância para o 16º classificado, que é o LUSO mas mantêm o 17º lugar.
    Em breve os resultados do Golo do Fajões.

    sexta-feira, janeiro 20, 2006

    CAVACO SILVA: eleito Presidente à 1ª volta, porquê? - Autor: Manuel Rui Pinho

    Antes de começar, sublinho que isto é um mero artigo de opinião e de uma pessoa que até hoje nunca votou à direita (mas que é racionalista e jamais fanático, seja do que for), mas que quer arriscar o palpite, antes das eleições.

    Na minha opinião, no final do próximo domingo já iremos saber qual será o Presidente da República para os próximos 4 anos. Arrisco este prognóstico, atendendo à situação calamitosa a que este país chegou ao fim de 30 anos de (des)governos, ao egoísmo do nosso povo e fundamentando-me também, na informação que fui adquirindo de diversas formas.

    O próximo PR será o Dr. Cavaco e Silva, economista, sim, porque isto de filósofos, políticos ou advogados em cargos com responsabilidades sobre dinheiros públicos, dá naquilo que sabemos, e não cito outro economista, que apesar de triste memória, morreu pobre, mas deixou os cofres do país com toneladas de ouro para outros, ditos progressistas, poderem vender.

    Porquê a vitória do Dr. Cavaco Silva logo na primeira volta?

    Por três razões, a saber:

    1 ? Porque vai concentrar a grande maioria dos votos daqueles que geralmente votam no PSD e no CDS. Bem, até aqui nada de novo, mas já estamos a falar em % do eleitorado a que nenhum outro candidato chegará.

    2 ? Vai juntar ainda muitos daqueles que votariam no PS, mas que, revoltados com a política seguida por este Governo, vão procurar "a retaliação", mudando o sentido ao seu voto. Podemos englobar aqui parte do privilegiado funcionalismo público, como juízes, professores, forças de segurança, etc.

    3 ? E aqueles, poucos, conscientes da situação em que o país se encontra e que têm noção de que já não é com discursos que evitamos o desastre. Este pequeno grupo, vai votar não a pensar em ideologias, mas inquieto sobre o que será este país depois de 2013, são mais informados que a maioria, pragmáticos e odeiam os fanatismos, sejam eles políticos, religiosos ou futebolísticos.

    Assim, teremos Cavaco e Silva a PR, e um primeiro-ministro socialista. E não tenho quaisquer dúvidas que a governação de José Sócrates, será mais facilitada do que com qualquer outro dos candidatos a PR. São ambos determinados e conhecedores. Se Sócrates já demonstrou ter esquecido a ideologia e ter colocado os interesses do país em primeiro lugar, em CS posso encontrar várias razões para ter uma maior obrigação em favorecer essa governação e dar-lhe apoio.

    Apenas receio um eventual choque de personalidades. São duas maneiras de ser fortes, em que o orgulho, ou a vaidade podem vir a estragar a coabitação.

    O país, mais do que nunca, precisa dos dois e das sinergias decorrentes do trabalho conjunto.

    Eleições Presidenciais 2006

    Como é do conhecimento de todos os cidadãos (ou devia ser) no próximo domingo é dia de Eleições Presidenciais.
    Todos aqueles que se encontram recenseados na freguesia de Fajões, devem-se dirigir à Escola E.B. 1 de Casalmarinho, para exercerem o seu direito de voto. As urnas abrem ás 8.00 horas e fecham pelas 19.00 horas.

    Podem acompanhar todos os resultados site da Comissão Nacional de Eleições.

    São seis os candidatos presidenciais:

    - Garcia Pereira, apoiado pelo PCTP/MRPP
    - Cavaco Silva, PSD e CDS-PP
    - Francisco Louçã, do Bloco de Esquerda
    - Manuel Alegre
    - Jerónimo de Sousa, apoiado pelo PCP
    - Mário Soares, que tem o apoio do PS

    Ligações e Créditos:

  • Comissão Nacional de Eleições

  • quinta-feira, janeiro 19, 2006

    B.V.F. com destque no programa "VIda Por Vida"

    No próximo dia 21 deste mês (sábado) irá passar no programa da RTP "Vida por Vida" uma reportagem sobre os Bombeiros Voluntários de Fajões. Como o nome indica, sendo este o lema dos Bombeiros, este programa é totalmente dedicado aos mesmos, apresentando semanalmente reportagens de diversos tipos.
    A reportagem que irá passar, foi feita no dia 8 de Janeiro.
    O programa tem início pelas 13 horas, na Dois (ou à antiga, RTP2).

    Ligações e créditos:
  • RTP
  • quarta-feira, janeiro 18, 2006

    Golo do Fajões - Palpites 20ª jornada

    G.D.Fajões - LUSO

    Estão abertos os palpites para a 20ª jornada do passatempo Golo do Fajões. Na primeira jornada da segunda volta, o Grupo desportivo de Fajões recebe o LUSO, equipa que está classificada logo acima do G.D.F.. Assim, é imperativo o Fajões levar de vencido esta equipa, pois trata-se de uma adversário directo na luta pela manutenção.
    O jogo, devido ás eleições presidenciais, terá lugar sábado pelas 15 horas.

    Bons palpites.

    Ligações e créditos:

  • Tabela classificativa do Golo do Fajões
  • Resultados Golo do Fajões - 19ª jornada


    Aqui ficam os resultados da 19ª jornada do "Golo do Fajões".

    O Grupo Desportivo de Fajões recebeu no campo das cruzes o Fermentelos e conseguiu a primeira vitória em casa, neste caso por uma bola a zero.
    Nesta jornada, apenas um participante acertou no resultado final (Mário) tendo somado o segundo palpite certo consecutivo destacando-se assim na liderança. No entanto outros dois participantes também apostaram na vitória (Manuel Alcides;Feijoeiro) mas falharam o resultado. A chave da jornada foi a seguinte: (1 ponto pela participação + 1 ponto por ter acertado na vitória + 1 ponto por ter acertado no resultado final)

    Tabela classificativa:

    -
    -












    domingo, janeiro 15, 2006

    19ª jornada - G.D.Fajões 1 - 0 Fermentelos


    Finalmente está quebrado o enguiço e o Grupo desportivo de Fajões vence em casa a contar para o campeonato. Tal feito foi conseguido frente ao Fermentelos, clube que ocupa a sétima posição da tabela classificativa.
    A equipa da casa parece que ouviu o apelo que o Diário de Fajões fez na antevisão ao jogo, e tudo fez para o vencer. Numa altura todos os pontos são importantes, os jogadores parecem estar a dar por ela, pois foi notória uma maior entre-ajuda em campo, o que acabou por ser determinante no resultado final.
    Em breve os resultados do Golo do Fajões.

    Frases Ditas - 8 - Autor: Manuel Rui Pinho

    1 - "Andamos a viver num quadro de ilusão total. Senão falarmos verdade, o país não evolui. Precisamos de duas coisas: moralização e responsabilização. Senão o problema não é sermos a cauda da Europa - é falirmos. É sermos a Argentina da Europa."

    João Pereira Coutinho, empresário com interesses pelo mundo.

    2 - "Sobrevirá Portugal depois de 2013?"

    Miguel Sousa Tavares, comentarista, referindo-se aos fundos comunitários.


    3 - "Multiplicam-se as licenciaturas de lápis e papel, sem procura"

    Título do Jornal de Economia

    NOTÍCIAS CURTAS... do país - Autor: Manuel Rui Pinho

    1 - GRIPE DAS AVES: às portas da Europa

    A Turquia, país que apesar de árabe, será uma das próximas adesões à CEE, está a ser flagelado pela gripe das aves. Já existem alguns mortos, foram confirmados quase duas dezenas de casos de infecção e existe ainda muita gente sob suspeita de ter contraído o H5N1.

    2 - IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS

    As Câmaras Municipais vão poder cobrar mais IMI aos proprietários de prédios rústicos que não limpem as áreas florestais, ao abrigo de uma proposta de lei aprovada no dia 5 de Janeiro, em Conselho de Ministros.

    3 - EMPREGO: um caso português

    Para sabermos o que realmente se passa no país, mesmo ignorando as estatísticas publicadas, basta estar atento a pequenas notícias que vão aparecendo na imprensa. A Direcção Geral de Contribuições e Imposto, já descobriu que anda "meio mundo" a enganar o Estado e viu os ganhos obtidos na fiscalização, daí a iniciativa de contratar, 677 estagiários. A este emprego, temporário e sem vínculo, concorreram? mais de 9.000 pessoas. Isto está mesmo mal!

    4 - HINO NACIONAL EM PUBLICIDADE DA PT

    Diversos sectores da nossa sociedade têm mostrado a sua indignação pela utilização do Hino Nacional numa campanha publicitária da Portugal Telecom. Um dos maiores símbolos nacionais utilizado de forma banal, é falta de respeito connosco próprios. E já diziam os antigos, "quem não se respeita, não se pode fazer respeitar".

    5 - PORTUGUESES SURPREENDEM NO DAKAR

    Segundo a opinião de Stéphane Peterhansel, piloto da Mitsubishi, os portugueses que participam nesta provam estão a surpreender os outros concorrentes, não pelos resultados, mas antes "pelo entusiasmo nunca antes visto na fase europeia da prova". Acrescentou ainda que, "a saída de Lisboa e as duas etapas em Portugal foram as mais calorosas de sempre", isto a referir-se à participação do público, organização e à competitividade das duas primeiras etapas.

    6 - CAMPEÃO MUNDIAL DE MOTOCICLISMO

    No pátio de uma escola portuguesa, onde brincava com os seus colegas, a TV entrevistou um rapaz de 10 anos que, poucos dias antes tinha obtido o título Campeão Mundial de Motociclismo, na classe Mini-GP. Acerca do limite de velocidade para a respectiva classe (170 Km/h), afirmou "anda pouco".

    7 - ASSALTOS DEPOIS DOS 60

    Quando se preparavam para efectuar um assalto nos arredores de Abrantes, foram presos em flagrante; o "Texas", o "Orelhas" e a Rosa, respectivamente com 71, 67 e 62 anos. De notar que os seus nomes já constavam dos ficheiros da Polícia Judiciária, há... mais de 40 anos.

    sexta-feira, janeiro 13, 2006

    Videolog - 1 - Quero lá saber da bola...

    Videolog - 1 - Quero l? saber da bola...Estreia hoje mais uma nova secção no Diário de Fajões. Trata-se da secção Videolog. Nesta secção irão ser publicados vários vídeos (relacionados com Fajões ou não).
    Para a sua visualização basta clicar em play e esperar que o vídeo carregue.
    Para a inauguração fica o video de um excerto de uma reportagem do programa da RTPN (A Liga dos Últimos) e em que é feita uma entrevista a uma adepto do futebol como outro qualquer. Mas este, ao que parece não vai ao futebol pelo jogo em si. O melhor é verem com atenção.



    quinta-feira, janeiro 12, 2006

    Golo Do Fajões: Palpites para a 19ª Jornada


    G.D. Fajões - Fermentelos

    Estão abertos os palpites para a 19ª jornada do Golo Do Fajões.
    No próximo domingo o Fajões recebe em casa o Fermentelos, equipa que ocupa a sexta posição na tabela classificativa. Espera-se mais uma vez um jogo bastante difícil, em que o Fajões tem de vencer a "toda a força". Espera-se que o enguiço dos jogos em casa para o campeonato seja quebrado e o Fajões vença pela primeira vez.
    O jogo tem início pelas 15 horas, e como sabem os palpites podem ser efectuados até essa hora.

    Aqui fica a tabela classificativa:


    Bons palpites e Força Fajões...

    Ligações e créditos:

  • Tabela classificativa do Golo Do Fajões

  • quarta-feira, janeiro 11, 2006

    Golo Do Fajões - Resultados 18ª Jornada

    Aqui ficam os resultados da 18ª jornada do "Golo do Fajões".

    O Grupo Desportivo de Fajões deslocou-se ao terreno do Mourisquense, e perdeu por duas bolas a zero.
    Nesta jornada, dois participantes acertaram no resultado (Mários; Nino_Silence). A liderança da tabela é partilhada por dois utilizadores (Mários;Leiteiro), enquanto que os utilizadores que se encontrama té ao sexto lugar estão logo à espreita.
    A chave da jornada foi a seguinte: (1 ponto pela participação + 1 ponto por ter acertado na derrota + 2 ponto por ter acertado no resultado final)

    Tabela classificativa:

    -
    -












    terça-feira, janeiro 10, 2006

    Bom Português - 6

    Ora aqui está mais uma confusão linguística e tudo porque a palavra "poder" tem dois significados: poder (substantivo/nome) e poder (verbo). Já puder é uma forma verbal do verbo poder, no futuro do modo conjuntivo.
    Para além da distinção ao nível da classe gramatical, estas duas palavras lêem-se de maneira diferente, assim enquanto que o "e" em poder é fechado (lê-se como "ê") o "e" da palavra puder é aberto ("é").
    Leia-se e escreva-se então:

    a) Ele conservou o poder ("pudêr")
    b) Eu espero poder ("pudêr") viver ainda muitos anos.
    c) Se eu puder ("pudér"), passo pela tua casa.

    segunda-feira, janeiro 09, 2006

    Risoterapia - 13 (para ir mantendo esta secção mais ou menos viva)

    Um de muitos exemplos em Portugal!

    domingo, janeiro 08, 2006

    18ª jornada: Mourisquense - G.D.Fajões

    Depois da paragem natalícia do campeonato, o Fajões queria começar o ano a desbravar o caminho para a manutenção na primeira distrital. Mas antevia-se uma tarefa complicada, o que se veio a confirmar.
    O Grupo desportivo de Fajões, deslocou-se ao campo do Mourisquense e sofreu uma derrota por duas bolas a zero.
    Parece que as recentes contratações que o Fajões fez (em breve mais informações) não deram resultado e adivinha-se uma tarefa muito, mas mesmo muito complicada, para atingir os objectivos do Fajões.

    Em breve os resultados do Golo do Fajões.

    sábado, janeiro 07, 2006

    NOTÍCIAS CURTAS... do país - Autor: Manuel Rui Pinho

    1 - Banco de Portugal: previsões pessimistas

    O BP está pessimista em relação à evolução da economia portuguesa e as suas previsões para os próximos dois anos são menos favoráveis do que as previsões do governo e de outras instituições internacionais, já publicadas.

    2 - Electricidade: aumentos de preço

    A partir do mês de Abril, o preço da electricidade vai aumentar, 10,1% para os particulares e 4,1% para as empresas. Este diferencial foi a forma encontrada pelo governo no sentido de tentar aumentar a competitividade do que é produzido em Portugal.

    Nota importante, é que esses aumentos de preço vão deixar de ter limites, será o funcionamento do mercado.

    3 - Automóveis: vendas em 2005

    Em 2005, as vendas de automóveis registaram um aumento de 1,5%, relativamente a 2004. O peculiar, é o facto de ter sido a BMW a marca que mais aumentou as suas vendas, em 51,9%, sendo seguida pelas marcas Audi e Volvo.

    Para os mais distraídos, lembro que estamos a falar de um país com meio milhão de desempregados, com um Estado em pré-falência, e onda a produção nacional, assim como as exportações, vão de mal a pior.

    4 - Turistas acidentais: assaltos

    Portugal parece ter-se tornado um alvo preferencial para os assaltantes. Nos últimos tempos, registaram-se casos de gangs de estrangeiros que vêm propositadamente ao nosso país para realizar assaltos. Três franceses disseram que "vinham a Portugal assaltar, porque era fácil,"

    5 - Mundial de Futebol - 2006

    Os bilhetes disponibilizados pela Federação Portuguesa de Futebol, no seu site na Internet, para os três encontros que serão disputados pela selecção nacional, esgotaram-se ao fim de 5 dias. A procura foi seis vezes maior do que a oferta. Os bilhetes para os encontros com as selecções de Angola e do Irão, já estão esgotados. Restam alguns para o jogo com o México.

    6 - Um milhão de portugueses são homossexuais

    Segundo os resultados obtidos pelo jornal Expresso/Eurosondagem, no conjunto dos portugueses maiores de 15 anos, 7% afirmam-se homossexuais, 2,9% bissexuais e 90,1% heterossexuais. Ou seja, um em cada dez portugueses é homossexual e a percentagem não varia muito entre os dois sexos. Os valores não surpreenderam os analistas, que consideram-nos semelhantes aos de outros países como a Espanha e a Grã-Bretanha.

    quinta-feira, janeiro 05, 2006

    Golo do Fajões - Palpite para a 18ª jornada

    Mourisquense - Fajões

    Estão abertos os palpites para a 18ª jornada do Golo Do Fajões. Depois da pausa natalícia, o Fajões quer começar o ano da melhor maneira e conseguir os três pontos para se manter na luta pela manutenção. Mas, o adversário não é fácil, olhando à sua posição na tabela classificativa.

    Já sabem como devem fazer para deixarem os seus palpites.

    Tabela classificativa:


    Ligações e créditos:

  • Tabela classificativa do Golo do Fajões

  • Prémios para os participantes

  • terça-feira, janeiro 03, 2006

    Assembleia controla intervenções


    Tal como já vem sendo habitual em Fajões, também a última assembleia de freguesia de 2005 ficou marcada pelas constantes "picardias" entre a bancada do PSD e a lista Independente que, após as últimas eleições, se mantém no poder político nesta freguesia do nordeste. Além dos pontos que constavam para discussão na reunião, foram muitos os problemas do passado que vieram à baila nesta assembleia que juntou muitos fajoenses no auditório da autarquia.
    Naquela que foi a primeira assembleia deste mandato e a última de 2005 foram aprovados o orçamento, que ronda os 360 mil euros, e o plano de actividades de 2006 para a freguesia. De acordo com o secretário da Junta, Manuel Carvalho, este é um orçamento de contenção, mas, desde já, garantiu que as obras planeadas e aprovadas em assembleia de freguesia são para serem realizadas. Actividades escolares, acções relacionadas com a geminação e eventos recreativos e culturais no complexo cívico são algumas das actividades que constam no documento da autarquia para 2006.
    O orçamento e o Plano Plurianual de Investimentos foram aprovados com os votos contra da bancada do PSD, que apresentou uma declaração de voto à mesa da assembleia. Nesta, os social-democratas justificaram o "cartão vermelho" aos documentos, dizendo que este orçamento e PPI "são uma cópia do apresentado há um ano, com valores a fazer de conta e a preencher rubricas. Contudo, verifica-se que, ao fim de um ano, as obras nele contidas não saíram do papel".

    Intervenções de cinco minutos e perguntas directas
    A votação foi, igualmente, o regimento da assembleia de freguesia elaborado por Isabel Paiva, presidente da assembleia, Jorge Paiva, do PSD, e Artur Pinho, da lista Independente. A alteração apresentada para este novo mandato diz que cada membro da assembleia, no período antes da ordem do dia, tem cinco minutos de intervenção e deve colocar perguntas objectivas e pertinentes à Junta de Freguesia.
    À semelhança deste documento, também a proposta para aceitação da doação de terreno junto ao complexo cívico de Fajões para a construção do edifício sede das colectividades foi aprovado por unanimidade. Este documento, que já tinha sido aprovado na assembleia de 30 de Junho, voltou a ser colocado a votação porque, como justificaram, na redacção da última acta não foi mencionada a palavra "aceitação" e a Câmara Municipal pediu a sua revisão.
    Nesta assembleia foi, ainda, aprovado o aumento do preço de cada sepultura do cemitério de Fajões que, em vez de 1400 euros, passa a custar 1900. Em relação a este assunto, Jorge Paiva disse que o PSD não é a favor deste aumento na parte do cemitério que ainda não está construída.

    Subsídios "estão a fazer imensa falta"
    De acordo com o tesoureiro da Junta de Freguesia, Arménio Amorim, nos últimos três meses o executivo realizou o desaterro no caminho da Póvoa; comprou uma bomba para a cisterna; procedeu às limpezas no parque das escolas, nas ruas, nos jardins e no parque do centro cívico. Das actividades realizadas constam, ainda, a poda e o corte de árvores na Escola Básica de Fajões; a colocação de tampas de saneamento na Rua Dr.ª Leonilda e a limpeza no estaleiro da freguesia.
    Remetendo a apresentação de números para a próxima assembleia onde são anunciadas as contas, Manuel Carvalho disse que a Junta de Freguesia "está a viver uma situação financeira que não é boa, mas que não é, de todo, alarmante". O secretário adiantou que o executivo tem, ainda, a receber verbas em atraso da Câmara Municipal e que "estão a fazer imensa falta". O elemento da Junta afirmou, também, que da autarquia não chega um subsídio desde a vinda de Paulo Portas à freguesia. "Nesse dia recebemos um mísero cheque de 5 mil euros", lamentou Manuel Carvalho.
    Quanto às verbas já aprovadas em reunião de Câmara, Manuel Carvalho diz que estão em falta aquelas correspondentes à construção dos balneários públicos, auditório, escolas, ampliação da Junta e cantina escolar. Além destas, o secretário anunciou outros subsídios prometidos pelo presidente da Câmara para obras como a cobertura do pavilhão da Junta, uma vera que seria transferida para outra obra; os balneários no complexo cívico e materiais; ampliação do cemitério e bancadas do polidesportivo.

    Artur Pinho: "o único grande benemérito de Fajões"
    No período antes da ordem do dia, Jorge Paiva questionou o presidente da Junta de Freguesia quanto à atribuição do nome de Artur Pinho ao edifício da Junta e sobre o que "este senhor" deu à freguesia. Considerando este patrono "o único grande benemérito de Fajões", Luís Filipe Oliveira disse que esta homenagem peca por tardia por tudo aquilo que Artur Pinho tem dado à freguesia e às colectividades.
    Já Avelino Almeida, também do PSD, interpelou a Junta, entre outros assuntos, acerca do ponto de situação da construção dos caminhos florestais da freguesia. Ainda da mesma bancada parlamentar, João Paulo Santos mostrou-se interessado em saber qual o montante financeiro atribuído a cada colectividade de Fajões.
    Luís Filipe Oliveira, por sua vez, disse que as máquinas para a execução dos caminhos florestais se encontram em Pindelo e que, de seguida, se vão deslocar para a freguesia para levar a efeito o trabalho. Quanto à distribuição dos subsídios, o presidente da Junta disse apenas que as contas estão em dia e que só quando houver disponibilidade financeira as verbas de 2005 vão ser pagas às associações.
    Quanto à questão colocada pela social-democrata Maria Balbina Azevedo acerca da retirada de apeadeiros em locais da freguesia, o presidente do executivo salientou que apenas foi retirado um apeadeiro no lugar de Paços, por se encontrar danificado.
    Pela Lista Independente, José Bastos de Pinho apresentou duas propostas à assembleia que foram aprovadas por maioria e por unanimidade, respectivamente: Uma diz respeito a um voto de louvor ao secretário da antiga Junta de Freguesia, António José Bastos Almeida, por tudo o que fez durante o seu mandato e com prejuízo pessoal; a outra foi um voto de repúdio a Jorge Paiva, por este ter "ameaçado, em altura de campanha, Artur José de Pinho e António Belmiro".

    Fonte:

  • Correio de Azeméis
  • domingo, janeiro 01, 2006

    Bombeiros de Fajões celebraram o Natal

    A "família" dos Bombeiros Voluntários de Fajões (BVF) reuniu-se, a 17 do corrente, para o tradicional Jantar de Natal, que congregou cerca de 400 pessoas, entre voluntários, os seus familiares, os dirigentes e colaboradores diversos, como foi o caso dos cobradores.
    Na hora das intervenções, os responsáveis pela corporação usaram da palavra, incluindo a comendadora Leonilda Aurora da Silva Matos, tendo todos eles desejado um "Bom Natal" aos convivas presentes.
    Augusto Pais, o presidente da assembleia-geral da Associação Humanitária (AH) dos BVF aproveitou o momento para deixar palavras de agradecimento aos elementos do Comando, pela sua contribuição para a manutenção da "disciplina" no corpo de voluntários e para o trabalho desenvolvido, "que tem sido eficaz". O responsável ainda informou que foi adquirida uma viatura de desencarceramento, que custou 45.000 euros, e que está em curso o processo de aquisição de uma ambulância de urgência. Também anunciou que serão realizadas obras de ampliação das instalações, com a edificação, na parte traseira do quartel, de um parque para as viaturas mais antigas e de um espaço para a secção desportiva da instituição.
    Por seu lado, Manuel Abreu, o comandante dos BVF, realçou os 476 incêndios a que o seu corpo de voluntários teve de acorrer, tendo enaltecido e agradecido o desempenho dos seus comandados, assim como relevado o apoio das suas famílias. E de França chegou a mensagem de "um colega dos Bombeiros", que aos voluntários pediu "coragem" em prol da prossecução do seu meritório trabalho. Deixou "um grande abraço" aos operacionais e suas famílias.
    Encerrando as intervenções, Martinho Almeida, o presidente da direcção da AH, agradeceu, em especial, aos cobradores de quotas, pelo seu trabalho, e também aos elementos que durante este ano o acompanharam nos órgãos sociais da instituição.

    Refira-se, ainda, que os bombeiros fizeram questão de entregar uma "placa de reconhecimento" à esposa do comandante Manuel Abreu, pelo empenho demonstrado aquando do incêndio na Serra do Cardeal, em Carregosa, a 10 de Julho último, quando ela levou bebidas e mantimentos aos voluntários que combatiam o sinistro.

    Finalmente, registe-se que, em período natalício, as crianças não poderiam ser esquecidas. Daí que o salão dos bombeiros tenha acolhido uma Festa de Natal dirigida aos filhos dos voluntários, na qual o teatro e as canções ocuparam lugar de destaque.

    Fonte:
  • A Voz de Azeméis
  • Prémio para o primeiro classificado


    Um dos sucessos d`O Diário de Fajões, é o passatempo "Golo do Fajões".

    Com uma competição muito renhida, com um total de 15 participantes, (sendo que destes 15, 10 são regulares) já estão decididos quais os prémios a que os três primeiros classificados irão receber. Por enquanto apenas irei divulgar o prémio do primeiro classificado, ficando os restantes dois prémios para mais adiante.
    Sendo assim, o primeiro classificado irá receber uma bola com as cores do Fajões, autografada por todos os jogadores do plantel actual.

    Não podia deixar passar a ocasião sem agradecer à direcção do Fajões a disponibilidade que mostrou em associar-se a este passatempo.

    Ainda podem surgir surpresas em relação ao primeiro prémio... esteja atento!

    Para 2006...


    A partir de hoje, o blog passará a ter um nome próprio. Decidi atribuir-lhe o nome "O Diário De Fajões", pois este projecto não passa disso mesmo. Este nome vem na sequência, de uns projectos que irão surgir no futuro, mas que ainda é cedo para falar neles (quando chegar a altura todos saberão).
    O que me levou a atribuir um nome oficioso, foi a necessidade de criar uma imagem própria, e passar de um simples "blog de Fajões" ao "O Diário de Fajões".
    Em relação ao futuro do blog, posso adiantar que neste novo ano irão surgir algumas novidades.
    Por fim, quero agradecer a todos aqueles que durante um ano e três meses, visitaram este blog, totalizando um número total de 15975 visitas. Deixo também um agradecimento especial àqueles que contribuíram com material para o projecto. Falo do Sr. Albino Pinho, do Sr. Rui Manuel Pinho, da Sra. Alzira Macedo, da Sra. Maria Fernanda, do Sr. Francisco, do César, da Cristina, entre outros (desculpem-me aqueles que não referi o nome), que em maior ou menor quantidade deram o seu contributo, de forma a manter o blog sempre actualizado.

    Um muito obrigado a todos.