Toda a informação relacionada com a freguesia de Fajões; AGENDA: 29/01 - S. Roque - Fajões (15.00 horas)// TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES

domingo, março 19, 2006

NOTÍCIAS CURTAS... do país

1 - REORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA: a nossa

Recentemente muito se tem falado na reorganização administrativa do nosso país, situação que é aceite pela maioria, como uma forma de poupar meios escassos. Existirem freguesias em que o nº de habitantes não dá para formar uma lista para as eleições, ou um lote enorme de freguesias inseridas nas nossas grandes cidades, são situações que roçam o absurdo e que ficam caro ao país. A necessidade de resolução do problema parece ser pacífica (67,5% dos portugueses concorda), mas isto é aparente, porque os visados não aceitam essa reorganização.

A Câmara Municipal de S. João da Madeira, aproveitando este momento de estudo sobre o assunto enviou um texto ao Ministério da Administração Interna e aos diferentes grupos parlamentares da Ar, onde propõe a "sua" reorganização, de forma a englobar duas freguesias do concelho de Stª. Maria da Feira, Milheirós de Poiares e Arrifana, e mais duas do nosso concelho, Macieira de Sarnes e S. Roque.

A resposta não se fez esperar. Em conjunto os Municípios que se sentiram lesados nas suas fronteiras, remeteram um outro texto, aos mesmos destinatários do de S. João da Madeira, manifestando toda a receptividade em absorverem o concelho/freguesia de S. João da Madeira.

2 - BOLSA: a febre continua

A Bolsa portuguesa continua a registar uma agitação como já não era visto há muito tempo. Sinal de que o país vai bem? Não, apenas denota que os mais diversos agentes económicos passaram a ter mais confiança no futuro do país e como tal, resolveram arriscar mais o seu dinheiro. O PSI-20, índice da Bolsa portuguesa formado pela cotação de 20 dos títulos mais representativos, atingiu um valor que já não era visto nos últimos 5 anos.

Não esqueçamos que tudo começou com a iniciativa de Belmiro de Azevedo ao fazer uma oferta sobre a PT. Quanto mais não seja, só por isso, o país já está a lucrar. Mas a agitação atinge os Bancos, a EDP, a Cimpor, a Cofina e outras empresas.

A mais recente é a proposta do BCP em adquirir o BPI. Com o anúncio do despedimento de 3000 empregados, caso a operação se realize, os trabalhadores dos dois bancos já manifestaram os seus receios do futuro.

3 - ACIDENTES: 2005

* Segundo os dados recolhidos pelo Observatório da Segurança Rodoviária, a média diária de acidentes rodoviários, durante o ano passado, foi de uma centena, com três mortos, dez feridos graves. Apesar de serem números assustadores, representam uma melhoria muito significativa em relação ao ano anterior. Contudo, se os automóveis registaram melhorias significativas, nos veículos de duas rodas, verificou-se um agravamento.

* Num espaço de três horas, em Espanha, naquela que é conhecida pela "estrada da morte", dado o nº de emigrantes portugueses que aí têm deixado as suas vidas nas idas e vindas dos seus países de acolhimento, morreram mais três operários da construção civil, que trabalhavam em Espanha.

4 - WIDEFORM: o sucesso de um português

É o nome de uma empresa que está classificada entre as 500 maiores desse vasto continente que é a Austrália. O seu responsável recebeu o galardão de "empresário do ano". O seu fundador é o actual director-geral detendo a maioria do capital social. Chama-se Fernando Ferreira, emigrou para a Austrália há 36 anos onde começou a trabalhar como assistente de pedreiro.

5 - AVIAÇÃO: aeroportos

Numa recente avaliação à satisfação dos passageiros relativamente aos aeroportos nacionais, a melhor classificação foi atribuída ao Aeroporto Sá Carneiro, na zona do Porto. Em simultâneo, a TAP anunciou a retoma de voos directos, deste aeroporto para o Brasil e para os EUA.

6 - CAMPEONATO DO MUNDO DE ATLETISMO: medalha de bronze

NAIDE GOMES, a atleta portuguesa especialista no salto em comprimento, arrecadou o terceiro lugar, na competição realizada em Moscovo, no domingo passado.

7 - SUICÍDIOS

Portugal tem uma taxa anual de 5 suicídios por 100 mil habitantes, à semelhança dos outros países Mediterrânicos, uma das mais baixas da Europa. A taxa do Sul de Portugal é superior à do Norte, sendo o concelho de Odemira aquele que regista o valor mais elevado.

Por: Manuel Rui Pinho

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home